O que aprendi com o processo de coaching

O que aprendi com o processo de coaching

Recentemente, passei por um processo de coaching com Vivian Baumann. Sou suspeita para falar dela, porque há tempos cultivamos uma relação de confiança e amizade. Mas posso afirmar com segurança que ela despertou o ser organizado e motivado que habita dentro de mim.

Nas dez sessões que Vivian me ofereceu, colocamos em perspectiva os meus objetivos, tarefas diárias, missão de vida, sonhos, fraquezas e fortalezas, oportunidades e desafios.

A Vivian me ajudou a desenhar a minha missão de vida, que por sua vez deu origem à missão da Casa de Frilas. Olha só que lindo:

“Minha missão é estruturar e trabalhar a expressão e a comunicação escrita, usando a minha agilidade, confiança e capacidade de organização para realizar as coisas de forma simples, com significado e essência.”

Ao fim do processo, descobri que, para alcançar tudo o que desejo, preciso basicamente de planejamento e convicção. E não se trata de mover montanhas. Sim, esse processo pode ser bem leve!

Compartilho o que aprendi, em poucas palavras:

Seja fiel com você mesmo e mova pelo menos uma pedrinha por dia. Depois de um tempo, ao olhar para trás, você verá que conseguiu construir um prédio gigantesco, assim como em um projeto de engenharia.

Para tentar retribuir tamanha gentileza, hoje contribuo para o blog criado pela Vivian, o Infinito Digital. Vale a pena dar uma olhada para acompanhar as tendências do mercado digital 😉

Roberta da Purificação

[Artigos] [Sites] [Edição] [Arquitetura da Informação]

Postado em 03/04/2017